Critica "A Saga Crepúsculo: Eclipse" (Por quem é fã)

Roteiro fiel e personagens mais presentes
Por Monique Igarachi (Colaboradora Cine&Cia.)

Tudo começa.. com uma escolha...
e eu escolho "A Saga Crepúscul: Eclipse" (The Twilight Saga: Eclipse) definitivamente como o melhor filme da saga!

Esqueça o lado melancólico de "Lua Nova" e prepare-se para muita ação!

Todos sabem o enredo do livro: Victoria cria um exército de vampiros recém-criados e parte para Forks em busca de vingança contra Edward, já que este matou seu companheiro, James. Interpretada pela (sem graça) Bryce Dallas Howard, Victoria é uma vampira fria e calculista, que usa seu fiel "escudeiro" Riley para atingir seu objetivo.

Mas o filme não gira só em torno de vingança. Bela vê-se dividida entre suas escolhas e as consequências que elas trazem. Este assunto é muito bem desenvolvido e foi retratado de forma muito delicada. Eu quase fui às lágrimas quando Bela ganha o presente de formatura que sua mãe lhe dá, durante a visita que Bela e Edward lhe fazem. Nós realmente sentimos a falta que seus pais irão fazer e principalmente a falta que Jacob irá fazer. Nós chegamos a sentir a dor da despedida e a dor de não poder vivenciar tudo o que será deixado para trás, quando ela se transformar em uma vampira.

Mais que a estória de uma humana apaixonada por um vampiro, e atormentada pelas decisões que tem que tomar, Eclipse mostra que nem mesmo Edward é perfeito. O ciúmes se faz presente e a super proteção é por vezes irritante. Apesar de tudo achei que Edward ficou em segundo plano, sendo Jacob aquele que tem mais destaque.

Jacob não é protagonista em “Crepúsculo” e Edward desaparece na maior parte de “Lua Nova”, mas em “Eclipse”, os dois trocam frases sarcásticas e bem humoradas. Uma das minhas cenas favoritas -desde o livro- passa-se dentro de uma barraca.

O roteiro é fiel a vários capítulos e diálogos do livro. Muitos personagens "apagados" em outros filmes estão um pouco mais presentes. Outros grupos, como os Quileutes, tiveram mais cenas. Adorei poder ver a estória de Rosalie e Jasper. Já Esme, Emmett, Alice e Carlisle não tiveram a mesma sorte.

Não há muito o que acrescentar, pois muita coisa já foi dita. Concluo essa breve impressão dizendo que melhor do que os dois filmes anteriores, “A Saga Crepúsuclo: Eclipse” traz suspense, romance, emoção e humor nos 135 minutos dirigidos por David Slade (30 Dias de Noite). Os fãs vão sair satisfeitos (no minimo querendo assistir de novo) e loucos para ver a próxima parte da série “Amanhecer”, dividio em 2 partes previstos para estrear em 2011 e 2012.

Cabe agora ao novo diretor a árdua tarefa de superar, ou no mínimo igualar, a qualidade deste filme.


Imagens e vídeos: Divulgação / Paris Filmes

Comentários