5 de Junho "Dia Mundial do Meio Ambiente"

Hoje, quinta-feira, 05 de junho, poucos sabem que hoje é o dia "Mundial do Meio Ambiente", e para não passar em branco resolvi postar este topico, e aproveitar para divulgar o documentário "Uma Verdade Inconveniente" (An Inconvenient Truth / EUA / 2006 / 100min.), ganhador do Oscar 2007 em 2 categorias, Melhor documentário Longa Metragem e Melhor Canção Origianl (I Need Wake Up).

O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore apresenta uma análise detalhada e de forma leve e descontraída, porém assustadora e verdadeira uma das questões ambientais de maior impacto, a questão do aquecimento global, mostrando os mitos e equívocos existentes em torno do tema e também possíveis saídas para que o planeta não passe por uma catástrofe climática nas próximas décadas.

O título já diz tudo, porém ainda mais assustador são os dados alarmantes que o filme nos apresenta, como por exemplo:

*2005 foi um dos anos mais quente já registrados.

*Nós despejamos 70 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera todos os dias.
*Em 2000 choveu na Antartica.

*Existe mais CO2 no ambiente hoje do que a 650 mil anos.

*Julho de 2006, em Mumbain na Índia foi registrado mais de 930mm de chuva em um único dia.

*Em 2004, pela primeira vez na história, foi detectado um furacão no Atlântico Sul.

*A partir da próxima decada, não haverá mais geleiras no Parque Nacional das Geleriras (Glacier National Park)

*Os ursos polares estão se afogando e podem desaparecer.

Este são apenas alguns dos assustadores dados apresentado por Al Gore neste documentário, porém a Crise Climática tem Salvação, e termino este tópico fazendo minhas as palavras de Al Gore:

"Você está pronto para mudar sua forma de viver?
A crise climática pode ser resolvida.
Aqui diz como começar, visite www.climatecrisis.net
De fato você pode reduzir suas emissões de gás carbono à zero.
Compre aparelhos eficientes e lâmpadas fluorescentes.
Mude seu termostato e gaste menos energia para esquentar ou resfriar.
Climatize sua casa, aproveite a energia solar, e controle seu consumo.
Recicle.
Se puder compre um carro híbrido.
Quando puder, caminhe ou ande de bicicleta.
Quando puder, utilize o metro ou outros meios de transporte publico.
Pessa aos seus pais para não destruírem o mundo em que você vai viver.
Se você é pai, junte-se aos seus filhos para salvar o mundo em que viverão.
Mude para fontes renováveis de energia.
Entre em contato com a sua companhia de energia e descubra se eles oferecem energia verde, se disserem que não, questione o por que.
Plante árvores, muitas árvores.
Insista para que os EUA congelem a emissão de CO2.
Una-se aos esforços globais para deter o aquecimento global.
Reduza suas dependência sobre o petróleo estrangeiro, e incentivem o cultivo da cana, para uma maior fabricação de álcool.
Eleve os padrões de quilometragem.
Exija menores emissões dos automoveis.
Se acredita em reza, reze para que as pessoas encontrem a força da mudança.
Nas palavras de um antigo proverbio africano, quando você reza, seus pés se mexem.
Encoraje todos que conhece a assistirem este filme.
Aprenda tudo que puder sobre crise climática e então ponha este conhecimento em ação."
E aqui fica a pergunta, depois de tudo isso, você vai continuar parado de braços cruzados?


Trailer do filme:

Clip oficial do filme:


Fonte: Uma verdade inconveniente (Distribuidora: Paramount Pictures)
Imagens: Adoro Cinema.Com

Comentários

  1. Parabéns pelo novo espaço,tá muito legal,visse!!


    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Daí eu errei e escrevi dnovo ahuuha
    .....uhum uhum uhum, e ainda por cima eh inteligente ahahuhua
    A mna q mora cmg eh d ilha comprida e lah td ano chega um mnt d pinguim perdido por causa da correnteza q mudou pelas mudancas climaticas... ah... eu soh flei isso pq uma vez ela cuido de um na casa dela, e ele chamava fernando ahuahuhuahua que nem o amigo ae de cima auhhuahuauhahuhaa
    Amoreeeeeco, um mnt d beju

    ResponderExcluir
  3. Paulinho!! ^^
    O blog tá muito bacana, cara! Parabéns e sucesso com ele. ;)

    Abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário