"Cem Escovadas Antes de Ir Para a Cama"



O post de hoje será diferente, afinal devo fazer jus a título do blog não é?


Não a toa o nomeie de "Cine e Cia." justamente para falar além de cinema, sobre outras formas de arte e cultura, mas claro que sempre fazendo um referencia ao cinema ao mesmo tempo.


Há algum tempo atrás li um livro que me surpreendeu, a trama, os relatos sexuais de uma adolescente entre seus 15 e 16 anos, sim, os relatos, pois a italiana Melissa Panarello, escritora deste fenomeno de vendas, confirma que tudo descrito em seu livro "Cem Escovadas Antes de Ir Para a Cama" é real e foi vivido por ela.


Tudo começa no inverno europeu de 2002, longe dos olhos da mãe e do pai, a jovem italiana Melissa Panarello começou a escrever um diário em que relatava, sem pudores e meias palavras, as precoces e variadas experiências sexuais vividas por ela entre os 15 e os 16 anos. A história começa quando ela perde a virgindade aos 15 anos. Melissa incia sua jornada de descobertas em um mundo novo e diferente, onde o desejo de amar e se sentir amada e a ilusão de encontrar este sentimento vem através do sexo. Isso é apenas o começo de um relato que mistura de forma provocadora ficção (os pais de Melissa dizem que sua filha jamais viveu o que descreve em seu livro) e a realidade, num vasto e surpreendente rito de iniciação sexual. Durante dois anos a protagonista experimenta as mais diferentes práticas sexuais, como se desejasse, através delas, transcender o corpo. Sexo grupal com desconhecidos, orgias regadas a drogas, sadomasoquismo, homossexualismo: nada detém sua curiosidade, mas seu prazer é tingido de repulsa e insegurança. Em sua busca desenfreada, Melissa acaba caindo em um túnel escuro de humilhação e dor, onde se arrisca a perder para sempre aquilo que tem de mais precioso: ela mesma. Antes de dormir, Melissa escova cem vezes os longos cabelos, explicação para o título do livro, num ritual de purificação quase infantil que constitui, para o leitor, o único lembrete de que se trata, afinal, de uma menina. Um dos motivos que transformaram "Cem Escovadas Antes de Ir para a Cama" em sensação literária foi a tênue fronteira entre autora e personagem. Além de compartilhar com sua protagonista o nome, Melissa, a jovem autora afirma ter vivido todas as experiências narradas, trocando apenas nomes e datas. Características que fazem de seu relato uma visão da adolescência em um país onde o sexo ainda é cercado de tabus, e um retrato revelador da sexualidade neste começo do século 21.


Além de uma narrativa que consegue segurar o leitor a todo instante, o livro possui uma linguagem simples e de fácil compreensão.


Porém para aqueles que não são, digamos assim, fãs de um bom livro, "Cem Escovadas" já possui uma versão cinematografica, não tão fiel ao livro, mas que transmite da mesma forma as sensações vividas por Melissa, o filme sofreu uma pequena alteração até no título, recebendo o nome de "Melissa P." (título original) e no Brasil adaptado para "100 Escovadas Antes de Dormir", mas o interessante mesmo é assistir ao filme depois de ler o livro, e mesmo assim, ainda fica uma dúvida, a jovem lolita, Melissa, realmente passou por todas estas experiencias?

Comentários

  1. Uau...
    Caramba, que curiosidade... Rsss... Dá muita vontade mesmo de ler o livro e ver o filme... Vou pesquisar! aAuhaUHAuhuAUHauha..

    Abraço! :)

    ResponderExcluir
  2. UAAU. eu já li isso *0*
    você roubou o livro de mim ;/
    HSAUHSUAHSUAHSU.


    <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário