Cinema: confira a programação do Shell Open Air 2019
Cinema: "Bacurau" é o representante brasileiro ao Prêmio Goya, o Oscar Espanhol
Cinema: "Cruella" com Emma Stone ganha data de estreia
Música: "S&M2", show do Metallica com Orquestra de São Francisco será exibido nos cinemas brasileiros
Séries: Elenco da 3ª temporada de "The Crown" em ensaio fotográfico inédito
Sem pudor e medo de julgamentos, Elton John se despiu de sua fantasia, e através de cenas deslumbrantes nos contou sua verdadeira história Por Paulo Costa

“Arraste-me Para o Inferno”

Sustos e gargalhadas numa combinação perfeita
Sam Raime está de volta, mas desta vez não dirigindo uma produção milionária e nem mais uma seqüência da franquia de sucesso mundial “Homem Aranha” (Spider-Man), e sim o gênero que o próprio criou e o projetou no mundo cinematográfico mundialmente, o terror com humor, que como diriam os profundos conhecedores “terrir”, a arte de assustar e fazer rir, misturando cenas assustadoras com muito sangue e muita coisa nojenta.

Raime, criador do gênero, começou com o filme "Uma Noite Alucinante" (The Evil Dead, 1981), agora, quase 3 decadas mais tarde, o “terrir” está de volta, e graças ao avanços tecnológicos e um investimento mais “gordinho” os sustos são maiores e as gargalhadas também.

“Arraste-me Para o Inferno” (Drag me to Hell, 2009), em cartaz nos cinemas conta a história de Christine Brown (Alison Lohman), funcionária do departamento de empréstimos de um banco, almeja conseguir o cargo de assistente gerencial que está atualmente vago, com isso e por pressão de seu chefe, ela tem a difícil decisão em suas mãos, estender ou não o financiamento da casa Sylvia Ganush (Lona Raver), uma velha senhora. Chris acaba por negar o pedido, Ganush inconformada se humilha perante a todos, humilhação em vão, que não acaba da melhor forma, pois a velha é na verdade uma bruxa e joga uma maldição em Christine, que terá apenas três dias para lutar contra forças das trevas, contra seu namorado Clay (Justin Long), um psicólogo que não acredita nessas superstições, e com ajuda de um vidente, ela tentará se livrar desta terrível maldição, caso contrário no último dia ela será levada ao inferno.

“Arraste-me Para o Inferno” é aquele filme que promete, e consegue cumprir, a promessa de misturar sustos e gargalhadas em uma combinação perfeita, satisfazendo fãs do gênero e apresentando-o a quem ainda não conhece. Afinal, existe coisa melhor do que uma sessão “trash” onde logo depois de um susto vem várias gargalhadas?


Trailer do Filme:


Imagens: Divulgação/Universal Pictures
Texto: Paulo Costa

Comentários

  1. Fiquei sabendo que tem uma cena de sacrificio de um gatinho?? quero ver não! lol
    bjuss

    ResponderExcluir

Postar um comentário