CULT/CLASSIC Apresenta: "Os Desajustados"

Esta reunião de vários ícones do cinema aconteceu em 1961: Clark Gable, Marilyn Monroe, Montgomery Clift, Arthur Miller e John Huston se juntaram para fazer “Os desajustados”.
Por: Rodrigo Fidalgo





"Os Desajustados" (The Misfits, EUA) é um dos filmes mais deprês de todos os tempos, em que Gable, Clift e Eli Wallach fazem três vaqueiros que conhecem uma mulher ingênua que acabou de se divorciar, interpretada por Marilyn.

Depois de se conhecerem em um bar, ela acaba se encantando com um deles (Gable). Porém, descobre que todos levam uma vida solitária, decadente, sem perspectivas e em meio a bebedeiras homéricas. Daí o “desajustados” do título.

É difícil de acreditar que uma obra como esta não tenha sequer sido indicado à algum prêmio importante. Diálogos extremamente inteligentes e atuações marcantes de todo o elenco fazem com que este filme seja um dos poucos que realmente fazem jus ao ser chamado de “clássico”.

O que podemos dizer de Clark Gable? Um dos primeiros galãs do cinema em “E o vento levou...” e um baita de um ator, ganhador do Oscar por “Aconteceu naquela noite”.

O próprio disse que “Os desajustados” era o melhor filme que ele já tinha feito.

Outra frase famosa dita por Gable foi a seguinte, ao término das filmagens: “Ainda bem que acabou. Estava quase tendo um ataque cardíaco por causa dela."

Ele estava se referindo aos constantes atrasados de Marylin no set. Mas o curioso é que Gable veio a falecer apenas dez dias depois, justamente de um infarto. (bem que nossos pais nos avisavam para a gente tomar cuidado com o que fala...)

Bom, e Marylin? Ficou marcada como sex symbol e durante muitos anos teve que provar que não era só um rostinho bonito...

E não era só um rostinho bonito mesmo!!! Também era boa atriz e esteve excelente em “Quanto mais quente melhor”, “O rio das almas perdidas” e neste “Os desajustados”.

A propósito, este é também o último filme dela: a loira mais famosa do cinema morreu de overdose no ano seguinte.

John Huston foi um dos grande mestres do cinema de todos os tempos. Seu primeiro filme, “O falcão maltês, foi indicado para o Oscar. Depois fez outras obras-primas como “Moby Dick” e “O pecado de todos nós”, entre outros...


Curiosidades:

- O diretor também é ator e foi indicado ao Oscar de melhor coadjuvante em 1963 pelo filme “O cardeal”, de Otto Preminger. Também participou de “Chinatown”(1974) de Roman Polanski, entre outros...

Ganhou o Oscar de Melhor Diretor por “O tesouro de Sierra Madre”(1948) e foi indicado ao mesmo prêmio também por O segredo das jóias”(1950), “Uma aventura na África” (1951), “Moulin Rouge”(1952) e “A honra do poderoso Prizzi”(1985). Tirando “Moulin Rouge” (que não tem nada a ver com o da Nicole Kidman), todos os outros foram lançados em DVD no Brasil.

É pai dos atores Angelica Huston (a Morgana dos filmes da Família Addams) e Danny Huston (que esteve em “O jardineiro fiel” e “Wolverine”).


- O roteirista Arthur Miller é um dramaturgo extremamente reconhecido e suas peças mais famosas são “A morte de um caixeiro viajante” (vencedora do prêmio Pulitzer) e “As bruxas de Salem”.

Foi casado com Marilyn entre 1956 e 1961 e o roteiro de “Os desajustados” foi escrito especialmente para ela.


- Eli Wallach (um dos vaqueiros do filme) está com 85 anos e ainda trabalhando! Esteve recentemente em “O amor não tira férias” e “Nova York, eu te amo” (recentemente lançado nos cinemas e ainda em exibição)

Fez o papel do vilão Sr. Frio no satírico seriado do Batman da década de 60 (aquele das onomatopéias: CLAC!, POW!, SOC!). O mesmo vilão que Arnold Schwarzenegger fez no “Batman & Robin” de 1997.


Trailer do filme:



Imagens e vídeos: Divulgação

Comentários

  1. Uau! Fiquei curiosa pra ver esse filme! Macabro o lance do ator que morreu de infarto logo que terminou o filme e disse que teria um ataque por causa da Marilyn.

    Belo texto Fidalgo, adoro sua coluna "Tirando o pó da Prateleira"!

    ResponderExcluir

Postar um comentário