O labirinto psicológico de "Por trás dos seus olhos" Por Vanessa França
Uma série que deixa saudades até hoje do seu jeito leve de lidar com assuntos difíceis Por Lulu Ribeiro
Com a série chegando ao fim, podemos ver que a sala dos roteiristas é escura e cheia de horrores Por Pedro Soler e Lulu Ribeiro
Novo romance "O Sol Também É Uma Estrela" também aborda problemas atuais Por Estefania Goto
Realidade e fantasia se colidem para contar a história de um dos mais celebrados autores de todos os tempos Por Lulu Ribeiro

E o 18° Festival Mix Brasil continua...


Continua em São Paulo, até dia 18/11 o 18° Festival Mix Brasil, que este ano está com uma programação bem bacana
Por Paulo Costa



Está rolando em São Paulo desde a última quinta-feira, 11 de novembro, o "18° Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual", o maior evento da América Latina voltado para o público LGBT, que este ano vem apresentando ótimos filmes e eventos com essa temática.

Na quinta rolou a abertura oficial do Festival no CineSESC da Augusta, que contou com a presença dos organizadores do evento João Federici, André Fischer e Suzy Capó, e ainda contou com a participação do diretor peruano Javier Fuentes-Léon, que apresentou se premiado longa "Contracorriente", que foi o grande vencedor do Miami Film Festival e do Audience Award no Sundance Film Festival.
Outro evento concoridíssimo ao qual não pude estar presente mas deve ter sido bem bacana foi a exibição do longa "L.A. Zombie" de Bruce la Bruce no Cinemão Don José, e o astro François Sagat, estava presente para falar do filme, para quem não sabe ou não leu o post com a pauta oficial do Festival, Sagat é o protagonista do longa e astro do cinema porno gay.

Além do filme citado acima Sagat esteve presente na também concorrida sessão do "Homem no Banho" outro filme em que ele protagoniza e que não é voltado para o ramo do cinema pornô.

O Festival ainda contou com um panorama de diversos eventos neste final de semana, e hoje, domingo, o Cine&Cia. estar presente na sessão "SexyBoys" também no CineSESC Augusta, que apresentou curtas de diversos paises com um apelo mais erótico, porém a programação que assisti hoje deixou um pouco a desejar, dos sete curtas apresentados realmente o mais bacana e divertido foi o primeiro entitulado "Sindrome de GoGo" (GoGo Reject, EUA, 2010), alguns como "Cai Cai, Balão" (Inflatable Swan, Ing, 2009) e "Vapor" (Steam, EUA, 2009), ou estava muito lezado ou não sei, pois fiquei sem entender muito bem o que foi mostrado ali.

Ainda no "SexyBoys" assisti ao curta boliviano "Revelação Explícita" (Revelación Explícita, 2010), que realmente foi uma experiência estranha, diferente, constrangedora e por que não engraçada também?, e o curta nacional "Duelo", curta sem falas mas que conseguiu passar de forma sutil uma suposta atração pos dois lutadores de boxe, ambos que contaram com a presença de seus respectivos diretores, Diego Torres e Marcelo Lee.

Fechando o "SexyBoys" também foi exibido o curta "Stephen Faz a Festa" (The Feast of Stephen, EUA, 2009), curta escrito e dirigido pelo ator James Franco, que sinceramente só rindo, afinal o que foi aquilo?

Se faltou citar algum título, me desculpem, mas foi talvez uma projeção insignificante.

Para quem ficou curioso, o "Sexy Boys" acontece novamente nesta segunda, 15/11 as 22horas no Espaço Unibanco de Cinema (Sala 3).

Nesta terça-feira, 16/11 acontece no Teatro Gazeta, mais uma edição do aguardado "Show do Gongo" apresentado pela atriz Marisa Orth, e que sem dúvida é ums dos melhores eventos do Festival.

Até o fim do "Mix" ainda vai rolar muita coisa bacana e não deixem de conferir a programção completa no site: mixbrasil.org.br

Confira a seguir o vídeo de abertura e as duas vinhetas do Festival:




Imagens: Divulgação
Vídeos: Divulgação/Mix Brasil

Comentários