Critica "Burlesque"

Sinopse: Ali (Christina Aguilera) é uma jovem ambiciosa e talentosa que sai de Iowa e parte para Los Angeles em busca de fama e acaba encontrando amor, família e sucesso no Burlesque, um bar comandado por Tess (Cher).

Direção: Steve Antin
Roteiro: Diablo Cody, Keith Merryman, Steve Antin
Elenco: Cher, Christina Aguilera, Stanley Tucci, Cam Gigandet, Kristin Bell, Alan Cumming, Eric Dane
Gênero: Musical/Drama
Duração: 120min.
País de origem: Estados Unidos
Lançamento: 2011
Classificação: 14 anos




Um dos musicais mais aguardados da temporada "Burlesque" estrelado por Cher e Christina Aguilera é decepcionante

Por Paulo Costa

Chega aos cinemas de todo o país nesta sexta-feira, 11 de fevereiro o musical "Burlesque", um mix de diversos filmes do gênero, partindo de Show Bar até chegar ao Moulin Rouge, mas o resultado final é algo desagradável e até mesmo desnecessário.

O filme tem bons momentos, a trilha sonora é bem produzida, as cenas de dança são bem ensaiadas, a fotografia, os figurinos também não ficam para trás, porém o filme não se resume somente a parte estética. Seu roteiro é fraco, adolescente demais e abarrotado de cliches, sem falar em piadinhas medonhas que só mesmo as adolescentes fanáticas por Aguilera irão achar graça.

Vale pontuar a atuação da "aspirante a atriz" que é extremamnnet irritante ver a falta de carisma que Aguilera traz para seu personagem e suas caras e bocas chegam a nos dar calafrios em várias cenas, conseguindo superar até mesmo as caretas de Miley Cyrus quando incorpora Hannah Montana.

O maior pecado do filme talvez seja o elenco recheado de famosos astros que de alguma forma foi mal explorado e isso inclui nomes como Stanley Tucci, Alan Cumming, Eric Dane e até mesmo Cher.

Num apanhado geral, o longa passa longe de ser um grande filme mas consegue ser angraçadinho, divertido e comovente, pro público dos 12 aos 18 anos que ama Christina Aguilera e não entende nada do que deve ser um ótimo Musical.

O filme é realmente tem esse apelo adolescente, mas também é bom ressaltar tem um grande apelo ao público homossexual que sairá do cinema desapontado, os mais velhos por verem Cher interpretando ela mesma e os mais novos ao verem Aguilera numa versão ainda mais drag do que ela já é, e o maior e imperdoavel erro de Burlesque é não ter proporcionado aos fãs das duas divas pops ao menos um duetozinho se quer durante todo o filme.

Mas ainda me resta uma dúvida não respondida, por que Christina insiste em gritar em todas as músicas?



Imagens e vídeos: Divulgação/Sony Pictures

Comentários