Cinema: "Água para Elefantes"

Esqueceram de Hal Holbrook!
Por Edu Fernandes (Blog Cine Dude)

Hal Holbrook que interpreta o personagem central na velhice e Robert Pattison que assume o mesmo personagem na juventude (Divulgação)

O filme Água para Elefantes (Water for Elephants) em cartaz desde a última sexta-feira, 29 de maio, tem em si uma grande contradição. O longa busca o glamour do cinema à moda antiga, mas faz questão de minimizar ao máximo a participação do veterano ator Hal Holbrook.

Desde antes da estreia esse clima desrespeitoso em relação a Hal podia ser percebido. Um dos trailers do filme não faz qualquer menção a ele: suas cenas não fazem parte do vídeo e seu nome não é anunciado como um dos pontos fortes do produto.
Divulgação/Fox Films

Até para achar essa foto aí de cima foi difícil! No kit de imprensa que a Fox distribuiu não há qualquer foto dele!

Seu papel é importante demais para que a situação de “esquecimento” seja aceitável. Ele interpreta a versão idosa do personagem principal e sua função seria narrar a história de sua vida no circo, quando se apaixonou pela dona de seu patrão.

Ele até começa a locução, mas sua voz é rapidamente substituída pela de Robert Pattinson, ator que interpreta o protagonista na juventude. Os produtores preferiram focar seus esforço em maximizar a participação do jovem galã do que prestar a merecida homenagem a Holbrook.

Tudo bem que Pattinson tem uma legião de fãs, mas não precisava valorizar seu nome em detrimento de outro ator que até agora mostrou-se muito mais talentoso do que ele. Há pouco tempo atrás Holbrook foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante por Na Natureza Selvagem, enquanto Pattinson coleciona MTV Movie Awards e seus filmes são indicados ao Framboesa de Ouro.

O elenco de Água para Elefantes ainda conta com dois ganhadores do Oscar: Reese Witherspoon (que levou por Johnny e June) e Christoph Waltz (premiado por Bastardos Inglórios). A atriz já entregou trabalhos muito mais inspirados enquanto o ator austríaco é o responsável pela melhor (entre poucas boas) cena do filme.

No final das contas, os produtores fazem um favor a Hal Holbrook com essa postura. Ele não merece ser lembrado por esse filme fraco.

Comentários