Cinema Nacional

É hora de prestigiar o nosso cinema
Por Paulo Costa
Divulgação

O projeto

Acontece nesta segunda-feira, 07, a XXII Edição do Projeta Brasil Cinemark, projeto que consiste em toda primeira segunda-feira de Novembro dedicar uma programação especial ao cinema nacional.

Desde 2000 que a Cinemark vem realizando este super trabalho de incentivo ao nosso cinema, num total de 446 salas em 54 complexos que exibirem nesta segunda grandes sucessos lançados de Novembro de 2010 e Outubro de 2011 pelo preço mais que acessível de R$2,00 por ingresso para cada sessão.

Divulgação/Warner Bros.
Neste período, mais de 1,5 milhão de espectadores prestigiaram produções brasileiras nos dias do evento. “Nosso objetivo com o Projeta Brasil é levar os filmes brasileiros ao maior número de pessoas, ajudando assim a divulgar o que produzimos aqui e a estimular o crescimento da nossa indústria”, declara Bettina Boklis, diretora de marketing da Rede Cinemark. “Além disso, destinamos toda a renda arrecadada no dia do evento ao patrocínio de ações de incentivo ao cinema nacional”, conclui Bettina.

Entre os selecionados para a edição deste ano temos Cilada.com, Bruna Surfistinha, O Palhaço, De Pernas pro Ar, As Mães de Chico Xavier e grande destaque para o longa Os 3 de Nando Olival, que chega aos cinemas do país apenas no dia 11, sendo o primeiro filme inédito a ser incluído na programação em 12 anos de projeto.



Valorização do cinema nacional

Além de oferecer ao público a oportunidade de assistir a produções brasileiras com o valor promocional do ingresso, a R$ 2,00, a Rede Cinemark investe toda a renda do Projeta Brasil em programas de incentivo e apoio ao cinema nacional. Com a verba gerada pelo evento, a Rede financia diversos projetos ao longo do ano, tais como:

Divulgação
• Desde 2002, participa do Festival Internacional do Rio com a entrega do Prêmio Projeta Brasil Cinemark de “Melhor Longa de Ficção” e de “Melhor Longa Documentário” eleito pelo júri popular;
• Realização e premiação do Brasil em Cartaz em 2009, 2010 e 2011 - projeto destinado a estudantes universitários de cinema de São Paulo, do • Rio de Janeiro e de Brasília;
• Investimentos na Academia Brasileira de Letras;
• Investimentos no Cineclube da Escola de Comunicação e Arte, da USP;
• Participação no Festival de Brasília com entrega do Prêmio Projeta Brasil de Melhor Filme segundo o júri popular;
• Em 2003, a Cinemark firmou parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e criou o Prêmio Imagem Cinemark, que hoje premia jovens estudantes de cinema da USP, da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade de Brasília (UNB);
• Entrega do Prêmio Projeta Brasil Cinemark para o melhor curta-metragem eleito pelo júri popular no Festival de Cinema de Ribeirão Preto.


E você vai ficar de fora?

Eu já fiz minha programação, ao menos quatro filmes já é certeza, e você?

Vai ficar de fora desta grande festa do Cinema Brasileiro?

Confira a seguir o vídeo promocional e a lista completa dos filmes participantes, para conferir as salas e horários acesse o link: Cinemark



Filmes desta edição do projeto:


Divulgação/Imagem Filmes
Bruna Surfistinha – diretor: Marcus Baldini
Cilada.com – diretor: José Alvarenga Júnior
Assalto ao Banco Central – diretor: Marcos Paulo
Antropóloga – diretor: Zeca Pires
Brasil Animado – diretor: Mariana Caltabiano
Palavra Cantada – diretor: Marcelo Siqueira
Qualquer Gato Vira Lata – diretor: Tomás Portella
Filme dos Espíritos – diretor: André Marouço
Capitães da Areia – diretor: Cecília Amado e Guy Gonçalves
Não Se Preocupe – diretor: Hugo Carvana
Onde Está a Felicidade – diretor: Carlos Alberto Riccelli
Família Vende Tudo – diretor: Alain Fresnot
De Pernas Pro Ar – diretor: Roberto Santucci

Divulgação/Imagem Filmes
Estamos Juntos – diretor: Toni Venturini
Mamonas Assassinas – diretor: Cláudio Kahns
As Mães de Chico Xavier – diretor: Glauber Filho
Os 3 – diretor: Nando Olival
Todo Mundo Tem Problemas – diretor: Domingos Oliveira
Amor? – diretor: Marcos Coqueiro
Uma Professora Muito Maluquinha – diretor: André Pinto e Cesar Rodrigues
Meu País – diretor: André Ristum
Broder – diretor: Jefferson De
As Doze Estrelas – diretor: Luiz Alberto Pereira
Lope – diretor: Andrucha Waddington
Malu de Bicicleta – diretor: Flávio Tambellini
Rock Brasília – diretor: Vladimir Carvalho

Divulgação/Imagem Filmes
O Palhaço – diretor: Selton Mello
Elvis e Madona – diretor: Marcelo Laffitte
Além da Estrada – diretor: Charly Braun
Não Se Pode Viver Sem Amor – diretor: Jorge Durán
Desenrola – diretor: Rosane Svartman
No Olho da Rua – diretor: Rogério Corrêa
Bahêa Minha Vida – diretor: Marcio Cavalcante
Jardim das Folhas Sagradas – diretor: Pola Ribeiro

Comentários