Cinema: confira a programação do Shell Open Air 2019
Cinema: "Bacurau" é o representante brasileiro ao Prêmio Goya, o Oscar Espanhol
Cinema: "Cruella" com Emma Stone ganha data de estreia
Música: "S&M2", show do Metallica com Orquestra de São Francisco será exibido nos cinemas brasileiros
Séries: Elenco da 3ª temporada de "The Crown" em ensaio fotográfico inédito
Sem pudor e medo de julgamentos, Elton John se despiu de sua fantasia, e através de cenas deslumbrantes nos contou sua verdadeira história Por Paulo Costa

Notícias: Morre aos 86 anos o humorista Agildo Ribeiro





Morreu neste sábado, 28, o ator e humorista Agildo Ribeiro, aos 86 anos

O humorista filho de políticos e militares, demonstrou desde cedo sua vocação para o riso, quando fazia sucesso entre os alunos do colégio militar com imitações. Tanto que saiu do colégio direto para o teatro, onde iniciou a carreira artística.

Em seis décadas de carreira e parcerias memorais, destacam-se as parcerias com Jô Soares e Paulo Silvino (1939 - 2017).

Agildo Ribeiro e Dinorah Pêra em cena de 'Zorra Total', em 2009 (Foto: Thiago Prado Neris/TV Globo)


No cinema participou de mais de 30 produções, a última foi "A Casa da Mãe Joana" (2008). Na TV, onde seu trabalho foi mais duradouro, há registro em diversas produções, mas sua trilha na TV Globo começou como repórter no programa "TNT" (1965), o sucesso aconteceria alguns anos mais tarde no programa "Topo Gigio" (1970).

Suas participações em programas humorísticos como "A Escolinha do Professor Raimundo" (1999) e "Zorra Total" (1999 -2017), são registros de seu grande sucesso como um dos maiores humoristas de sua geração.

Sua última participação na TV foi no programa "Tá no Ar: a TV na TV" (2018).

Agildo morreu em sua casa no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, em decorrências de problemas cardíacos.

Divulgação Rede Globo: Marcius Melhem, Agildo Ribeiro e Pedro Farah





Comentários