Resenha: "Missão: Impossível - Efeito Fallout"



Muito tiro, porrada e bomba da melhor qualidade! Pra te prender na poltrona da primeira à última cena
Por Carol Gama

Tom Cruise encara mais uma vez o agente Ethan Hunt no mais novo filme da franquia “Missão: Impossível”, o que comprova que certas coisas ficam melhores com o passar do tempo. Cruise é exemplo vivo, o astro está definitivamente na sua melhor forma e prova que não há ninguém melhor do que ele para encarnar este personagem, que já faz parte de sua filmografia desde 1996 e o consagrou no gênero ação.

Em “Missão: Impossível- Efeito Fallout” que chega aos cinemas nesta quinta-feira, 26, Hunt e sua equipe do IMF, na companhia de conhecidos aliados se encontram em uma corrida contra o tempo depois de fracassar em uma missão e exigir que todos se unam para encarar de frente problemas do passado, o que trará alguns fantasmas de volta para assombra-los.

Mesmo com duração aproximada de 148 minutos, os fãs do personagem e da franquia ficarão com os olhos grudados na telona para não perder um minuto se quer de onde ou para aonde o agente vai, conseguindo com maestria prender a atenção do espectador da melhor maneira possível, o que inclui muitas cenas de ação da melhor qualidade e em lugares incríveis, além de uma trama que fará a plateia vibrar e torcer pela equipe de Hunt.

Além de Cruise, que se entrega mais uma vez de corpo e alma, encarando cenas arriscadas sem dubles, horas de aulas de pilotagem para poder pilotar um helicóptero de verdade em cena, além de muitas coisas mais, como se machucar durante as filmagens e ainda assim exigir que a cena estivesse no corte final, devemos destacar outros grandes nomes que retornam, como Alec Baldwin, Simon Pegg e Ving Rhames e Michelle Monaghan. Também não podemos esquecer da introdução do “Homem de Aço”, Henry Cavill, na franquia, em um momento ímpar, dando vida ao personagem August Walker, além de Angela Basset e Vanessa Kirby, que integram o elenco pela primeira vez.


Mas não é só de atuações masculinas marcantes que “Missão: Impossível - Efeito Fallout” vive, não poderia faltar um Girl Power aqui e, quem entrega essa personagem fodona, é a atriz Rebecca Ferguson, que volta a franquia como Ilsa Faust, agora com mais relevância e muitos mais marcante que em sua aparição em "Nação Secreta" (2015).

Quem também retorna é Christopher McQuarrie, responsável pela direção de “Missão: Impossível - Nação Secreta” (2015), prepare-se, pois em palavras do próprio diretor:

“O filme te leva a lugares onde você nunca esteve, mostra coisas que você nunca viu e te coloca nessa experiência”

Em resumo, muito tiro, porrada e bomba, em uma experiência única, o que nos faz ficar com um gostinho de quero mais e torcendo para que “Missão: Impossível” não pare por aqui. Afinal, Cruise e Ethan fazem o que muitos não fariam.

PS: Vale assistir em uma sala IMAX.




Comentários