O labirinto psicológico de "Por trás dos seus olhos" Por Vanessa França
Uma série que deixa saudades até hoje do seu jeito leve de lidar com assuntos difíceis Por Lulu Ribeiro
Com a série chegando ao fim, podemos ver que a sala dos roteiristas é escura e cheia de horrores Por Pedro Soler e Lulu Ribeiro
Novo romance "O Sol Também É Uma Estrela" também aborda problemas atuais Por Estefania Goto
Realidade e fantasia se colidem para contar a história de um dos mais celebrados autores de todos os tempos Por Lulu Ribeiro

Notícias: lançado o trailer de "Legalize Já - Amizade Nunca Morre"


Renato Góes e Ícaro Silva vivem fundadores do Planet Hemp

Com canções de denúncia social e resistência, os amigos Skunk e Marcelo, mais conhecido como Marcelo D2, deram início à banda Planet Hemp. E essa relação é o tema de "Legalize Já - Amizade Nunca Morre", que acaba de ter seu trailer divulgado.



Ícaro Silva interpreta Skunk, um artista que sonha em ganhar a vida com seu o talento, enquanto Marcelo, personagem de Renato Góes, trabalha como vendedor ambulante e não reconhece o potencial que tem como compositor e cantor. O longa apresentará o encontro dos dois e as dificuldades enfrentada até o início da carreira.

A cinebiografia levou o prêmio de Melhor Filme Nacional Escolha do Público na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e também de Melhor Longa pelo Júri Popular e Melhor Roteiro no 12º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, além de participar do Festival do Rio 2017.

Marcelo D2 que participou de todo o processo desde o início do projeto, que durou nove anos, assina o argumento junto com o Johnny Araújo e é um dos responsáveis pela trilha sonora, declara:
"O filme 'Legalize Já' não é sobre maconha. É uma história de amor. É um grito de liberdade. Um pé na porta. É reconhecer que você tem seu espaço no mundo. O mundo é meu, o mundo é seu. O mundo é de todos nós."
Com direção de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé e roteiro de Felipe Braga, o longa tem distribuição da RioFilme e Imagem Filmes e chega aos cinemas em 18 de outubro.


Comentários