Violência, machismo, miséria: Elena Ferrante conquista leitoras de 2019 com história de 1950 Por Vanessa França
É muito comum alguém ficar jogando por horas, mas o que torna esses jogos tão atrativos e até mesmo viciantes? Por Ivan Paz
Repleto de simbologia para discussão da psique humana, "Matrix" segue atemporal Por Fabi Toledo
Apple chega bombardeando para todos os lados na guerra dos streamings, e quem ganha com isso? Por Paulo Costa

Notícias: Festival Mix Brasil anuncia os vencedores


Conheça os vencedores do 26º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

Foi anunciado na noite desta quarta-feira, 21, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), os vencedores da 26ª edição do maior festival de Cultura LGBTQIA+ da América-Latina.

https://www.youtube.com/watch?v=e47naRPztSE

Dentre os grandes contemplados, o excelente "Sócrates", do diretor Alex Moratto, levou o Coelho de Ouro como melhor longa-metragem pelo júri, além de mais dois prêmios Coelho de Prata: Melhor Direção, Alex Moratto, e Melhor Interpretação, Christian Malheiros.

O evento destacou o curta-metragem, "Reforma", de Fábio Leal, que também levou o Coelho de Ouro como melhor curta eleito pelo júri.

O Festival ainda premiou outros trabalhos que se destacaram e fizeram barulho na edição deste ano, entregando os prêmios aos eleitos pelo público. "Bixa Travesty", de Claudia Priscilla e Kiko Goifman, venceu como longa na categoria nacional enquanto o novo trabalho do cineastas francês Christopher Honoré, "Conquistar, Amar e Viver Intensamente" foi escolhido na categoria internacional.

Confira à seguir a lista completa dos ganhadores:
COELHOS DE OURO
Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil

· Melhor Longa-Metragem Brasileiro: SÓCRATES, de Alex Moratto
· Melhor Curta-Metragem Brasileiro: REFORMA, de Fábio Leal

INCENTIVO: O longa e o curta premiados com o Coelho de Ouro também receberão os prêmios DOTCINE, CTAV e MISTIKA de incentivo à realização de seus novos projetos audiovisuais através da parceria do Festival Mix Brasil com apoiadores da área cinematográfica.

COELHOS DE PRATA
Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Curtas-metragens

· Melhor Direção: Fábio Leal, por REFORMA
· Melhor Roteiro: Fábio Leal, por REFORMA
· Melhor Interpretação: Carol Dall Farra, por MC JESS
· Menção Honrosa: KIBE LANCHES, de Alexandre Figueirôa

Prêmio do Júri da Mostra Competitiva Brasil para Longas-metragens

· Melhor Direção: Alex Moratto, por SÓCRATES
· Melhor Roteiro: Ary Rosa, por ILHA
· Melhor Interpretação: Christian Malheiros, por SÓCRATES
· Menção Honrosa: LEMBRO MAIS DOS CORVOS, de Gustavo Vinagre

Prêmio do Público

· Melhor Curta-Metragem Nacional: DO LADO DILLAH, de Washington Calegari
· Melhor Curta-Metragem Internacional: MARGUERITE, de Marianne Farley (Canadá)
· Melhor Longa-Metragem Nacional: BIXA TRAVESTY, de Claudia Priscilla e Kiko Goifman
· Melhor Longa-Metragem Internacional: CONQUISTAR, AMAR E VIVER INTENSAMENTE, de Christophe Honoré (França)

    


PRÊMIOS ESPECIAIS

• Prêmio Ícone Mix: João W. Nery
• Prêmio Suzy Capó: o filme ALFREDO NÃO GOSTA DE DESPEDIDAS, de André Medeiros Martins • Prêmio Canal Brasil de Incentivo ao Curta Metragem: AQUELES DOIS, de Émerson Maranhão
• Prêmio SescTV: DO OUTRO LADO, de Bob Yang e Frederico Evaristo
• Prêmio Encripta: O SUSSURRO DO JAGUAR, de Thais Guisasola e Simon(e) Jaikiriuma Paetau
• Prêmio Ida Feldman: Julia Katharine, atriz de LEMBRO MAIS DOS CORVOS e diretora de TEA FOR TWO

O Festival Mix Brasil segue com programação até o domingo, 25/11 no CCSP e no Instituto Moreira Salles (IMS)

Confira a programação no Site do Festival.


Comentários