Notícias: Morre Marcelo Yuka, fundador d'O Rappa


Músico não resistiu a complicações de um segundo AVC ocorrido no inicio do ano


Marcelo Fontes do Nascimento Viana de Santa Ana, ou somente Marcelo Yuka, musico, compositora, ativista social e fundador da banda O Rappa, onde foi baterista, faleceu aos 53 anos nesta sexta-feira, 18, vítima de uma piora de uma infecção generalizada. Yuka estava internado Hospital Quinta D'or no Rio de Janeiro desde do dia 02 deste mês, quando sofreu outro AVC (Em agosto de 2018 havia tido o primeiro) e foi colocado em coma induzido no dia 04. 

Excelente compositor, com letras com críticas sociais diversas, alcançou definitivamente grande fama nacional com a banda O Rappa em 1996 após o lançamento do segundo álbum, "Rappa Mundi" que contem grandes sucessos como "Pescador de Ilusões", "A Feira", a regravação de "Vapor Barato" de Gal Costa e a versão nacional de Hey Joe de Jimmi Hendrix. Em 1999, a banda lançou talvez seu álbum mais importante, "Lado B, Lado A", que contem a hits como "Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)" e "O Que Sobrou do Céu" que também possuem premiadíssimos videoclipes.



No ano de 2000, foi atingido por 9 tiros em um assalto na Barra da Tijuca que acabaram por deixa-lo paraplégico. Posteriormente deixou O Rappa e formou a banda F.U.R.T.O, após divergências com membros do grupo. Em 2012 foi candidato a vice prefeito do Rio de Janeiro na chapa de Marcelo Freixo (PSOL).

Um pouco da história após o trágico acontecimento e do ativismo de Yuka foi retratado no documentário "No caminho das setas" (2012), de Daniela Broitman. Veja trailer a seguir,.



O velório será aberto ao público na sala Cecília Meireles, na Lapa-RJ, das 13h até as 19h.




Comentários