Violência, machismo, miséria: Elena Ferrante conquista leitoras de 2019 com história de 1950 Por Vanessa França
É muito comum alguém ficar jogando por horas, mas o que torna esses jogos tão atrativos e até mesmo viciantes? Por Ivan Paz
Repleto de simbologia para discussão da psique humana, "Matrix" segue atemporal Por Fabi Toledo
Apple chega bombardeando para todos os lados na guerra dos streamings, e quem ganha com isso? Por Paulo Costa

Lista: Filmes baseados em fatos não tão reais


Dez grandes mentiras envolvendo o cinema dignas de primeiro de abril!
Por Pedro Soler

Todo filme que traz uma história real acaba mexendo mais com o telespectador. Pode emocionar, assustar ou até mesmo causar outros sentimentos, mas sempre com uma intensidade maior, afinal, aquilo realmente aconteceu. Interessados na publicidade e nessa força, alguns diretores, distribuidores e produtoras criaram algumas das maiores mentiras da sétima arte. Na lista abaixo, vamos conhecer alguns filmes que, apesar de divulgados como realidade, são dignos do primeiro de abril.

1. O Massacre da Serra Elétrica (1974)

No cartaz do primeiro filme constava a informação de que era baseado em fatos reais. A única coisa, no entanto, foi uma inspiração no assassino Ed Gein para criar o vilão Leatherface. Embora tenham descoberto a farsa, o filme foi extremamente bem sucedido e criou uma das mais famosas franquias do gênero slasher.



2. Terror em Amityville (1979)

Os filmes de Amityville certamente não são mais considerados fatos reais, mas o filme que lançou a franquia, "Terror em Amityville" foi baseado em um livro de Jay Anson e ambos alegavam conter fatos reais. A casa que George Lutz (James Brolin) e Kathy Lutz (Margot Kidder) se mudam foi palco de um desastre: foi lá que Ronald DeFeo Jr. fez um massacre. Após isso, alguns moradores que passaram pela casa afirmaram terem presenciado, visto e ouvido muitos fenômenos paranormais.

Embora o massacre, infelizmente, seja real, os relatos dessas experiências são questionados por visitantes e outros moradores da casa. O próprio autor confessou ter exagerado nos  fatos e acredita que a maioria deles são frutos da imaginação das pessoas.



3. Estranhas Criaturas (1998)

Este é o único caso, nesta lista, onde o filme e seu diretor, Dean Alioto, foram vítimas. No original, dos anos 80, Alioto contou a história de uma família em uma cabana que se depara com extraterrestres. Como o filme é de baixa qualidade e foi uma produção caseira, muitos acreditaram se tratar de fatos reais.

Avance para 1998 e Alioto decide fazer uma refilmagem com a tecnologia da época, atores profissionais, orçamento real, mas não alto, mantendo o aspecto caseiro. Com o longa já pronto, o armazém que o guardava pegou fogo e poucas cópias sobreviveram, tornando o filme uma raridade, o que levou muitos ufólogos a afirmarem que se tratava de filmagens reais. Alioto informou em todas as entrevistas que se tratava de um filme e, seja um elogio à sua obra ou não, muitos ainda acreditam ser real.



4. A Bruxa de Blair (1999)

Talvez um dos casos mais conhecidos nesta lista, o filme promete entregar as filmagens de três jovens cineastas que estavam gravando um documentário em uma floresta em  Maryland. Durante as filmagens do documentário sobre a lenda local da Bruxa de Blair, os três desapareceram e foi alegado que somente a câmera utilizada para captar as imagens para este documentário foi encontrada.

O curioso deste caso é que inclusive pagaram para os três jovens, Heather Donahue, Joshua Leonard e Michael C. Williams, realmente sumirem, já que eles estariam mortos. Deste modo, o que foi prometido como as filmagens encontradas editadas para se tornar um filme era, na verdade, um filme que acabou lançando um tipo novo de cinema.



5. Círculo de Fogo (2001)

A história do franco-atirador Vassili Zaitsev (Jude Law) nos cinemas foi baseada no livro de memórias do soldado russo e retrata o duelo entre ele e o franco-atirador alemão Major König (Ed Harris). Em algum momento também aborda um romance com Tania Chernova (Rachel Weisz).

Apesar de ter uma sólida bagagem cultural, o filme comete algumas gafes, o que o fez ser mal recebido em ambos os países que participaram da batalha de Stalingrado. Alguns exemplos são Zaitsev ter sido retratado como alguém com baixa educação, Chernova não ser franco atiradora e de, segundo críticos da Alemanha, simplificarem e exaltarem a guerra. Inclusive, de acordo com alguns historiadores, talvez todo esse duelo seja falso também no livro, já que não existem registros de um König no exército alemão.



6. Mar de Fogo (2004)

Estrelado por Viggo Mortensen, o filme conta a história de Frank Hopkins e seu cavalo Hidalgo durante uma corrida de 1891 no Oriente Médio. Houve uma preocupação imensa em retratar fielmente as culturas de todos os povos envolvidos e, confesso, é um filme espetacular pra quem gosta de cavalos.

No entanto, vários historiadores concordam com uma coisa: a corrida nunca aconteceu. A história é apenas uma lenda e não poderia ter ocorrido por causa de vários fatores, indo desde a geografia até à política. Nada disso impediu o filme de se considerar real, claro.



7. Os Estranhos (2008)

Neste filme de terror, acompanhamos o casal James Hoyt (Scott Speedman) e Kristen McKay (Liv Tyler) sendo atormentados por um casal e uma garota em uma casa de campo isolada. Cortados da sociedade e sofrendo diversos ataques físicos e psicológicos, o que mais perturba é o aviso de que o longa é inspirado por fatos reais.

No entanto, o que realmente inspirou o diretor Bryan Bertino foram os assassinatos cometidos pela família Manson e algumas invasões e assaltos que o próprio diretor sofreu na infância. Vale lembrar também que por um jogo de palavras eles não chegaram a mentir, somente incitaram a confusão e permitiram que o público acreditasse que o filme foi baseado em fatos reais ao informar que ele foi inspirado.



8. Invocando Espíritos (2009)

Baseado em um livro escrito por Roy Garton, o longa conta a história de Sara (Virginia Madsen), Nicholas (Elias Koteas) e seu filho Matt Campbell (Kyle Gallner) ao se mudarem para uma casa que já havia sido um necrotério. Lá, a família passa por diversos eventos sobrenaturais, Matt passa por mudanças de comportamento e o caos se instala no dia-a-dia.

Como o livro era baseado em fatos reais e Garton achou que as filmagens estavam se distanciando muito dos fatos, ele se afastou da produção. Um tempo depois do lançamento do longa, o próprio autor confessou que seu livro também era uma obra de ficção e a família que morava na casa havia sido instruída a inventar as experiências relatadas.



9. Contatos de 4º Grau (2009)

Com nomes de peso como Milla Jovovich e Will Patton, este é um dos exemplos mais recentes de quem foi longe demais. O filme apresentado como documentário teve sites criados, clínicas e personagens criados para encontrarmos em pesquisas, usou jornais existentes e nomes de pessoas que realmente desapareceram para tornar seu filme um retrato da realidade.

Apesar dos críticos não terem gostado muito, o filme caiu rapidamente na boca do povo. O jornal que teve seu nome utilizado inclusive processo a distribuidora por associar seu nome em marketing viral e mentiras.




10. Atividade Paranormal (2009)

Este é outro longa que se utilizou do mesmo marketing de "A Bruxa de Blair", após a produção ser concluída, os atores Katie Featherston e Micah Sloat, também tiveram que desaparecer por um tempo, voltando a aparecer em público logo após o filme ser lançado, incluindo uma hilária participação no MTV Movie Awards.

Na trama central um casal resolve instalar câmeras em sua casa, após Katie dizer que tem escutado barulhos estranhos e sensações inesperadas, para registrar tudo o que acontece enquanto eles dormem. O que deveria ser apenas uma forma de esclarecer os acontecimentos, torna-se algo assustador.

A principio, "Atividade Paranormal", seria um filme único, mas foi Steven Spielberg que, após assistir a uma sigilosa prévia do material, sugeriu ao diretor Oren Peli, que deixasse o final em aberto para possíveis sequencias caso o filme fosse sucesso. Dito e feito, tornou-se uma franquia que possui até o momento sete filmes.





Comentários