Cinema: confira a programação do Shell Open Air 2019
Cinema: "Bacurau" é o representante brasileiro ao Prêmio Goya, o Oscar Espanhol
Cinema: "Cruella" com Emma Stone ganha data de estreia
Música: "S&M2", show do Metallica com Orquestra de São Francisco será exibido nos cinemas brasileiros
Séries: Elenco da 3ª temporada de "The Crown" em ensaio fotográfico inédito
Sem pudor e medo de julgamentos, Elton John se despiu de sua fantasia, e através de cenas deslumbrantes nos contou sua verdadeira história Por Paulo Costa

Cinema: Novo estúdio da Sony, PlayStation Productions, focará em adaptações de jogos


PlayStation Productions transformará jogos da Sony em filmes e séries

Liderado por Asad Qizilbash e supervisionado por Shawn Layden, o novo estúdio da Sony explorará o extenso catálogo de jogos da empresa para transformá-los em séries e filmes de qualidade. Layden disse para o The Hollywood Reporter que eles têm "25 anos de experiência no desenvolvimento de jogos que criaram 25 anos de grandes jogos. Agora é hora de olhar as possibilidades das outras mídias para dar vida aos nossos mundos em outro espectro".

Com vários jogos exclusivos, indo de aventuras mitológicas como God Of War à espionagem e ação com Metal Gear Solid, Qizilbash disse que "ao invés de licenciar estúdios para produzir esses filmes, sentimos que a melhor abordagem seria os produzirmos nós mesmos, já que estamos mais familiarizados, mas também porque sabemos o que a comunidade PlayStation ama".

Apesar da Sony Pictures auxiliar na distribuição, toda a produção será lidada exclusivamente pela PlayStation Productions, diferente de outras empresas como que licenciaram seus produtos para outros estúdios gerando filmes que não agradaram o público.

Depois de 2 anos de pesquisa de mercado, Layden diz compreender como filmes de jogos não fizeram muito sucesso. De acordo com ele, é possível entender "ao assistir adaptações antigas de video games onde o roteirista ou o diretor não sabiam sobre o mundo dos jogos ou jogar em si. O desafio real é: como pegar 80 horas de gameplay e transformar em um filme? A resposta é: você não o faz. O que você faz é pegar aquele ethos e escrever especificamente para o público do filme. Não se tenta recontar um jogo em um filme".

De acordo com Qizilbash, o jogo que será adaptado determinará se ele acabará nos cinemas ou na televisão. O que realmente pesará para eles é qual formato honrará melhor a história a ser contada, sempre tendo em mente a qualidade da produção. Focando nessa meta, a dupla afirma que não apressará nenhuma produção e que terá o tempo necessário para adaptar o material dos jogos para as telas.

"Criamos esta entidade para gerenciar e controlar o processo de escolher o diretor certo, os atores certos, o roteirista certo", disse Qizilbash. Já para Layden, "é um projeto especial" ser pioneiros e fazer algo diferente com a PlayStation Productions.

Com o anúncio do novo estúdio, deveremos ter novidades em breve da adaptação de Uncharted que já foi confirmada e terá Tom Holland ("Homem-Aranha: De Volta ao Lar") interpretando o protagonista da franquia, Nathan Drake.

Entrevista traduzida do The Hollywood Reporter.

Comentários