Feito na medida exata para derreter até os corações mais gelados ou, eu amo um garfinho Por Paulo Costa
Sem pudor e medo de julgamentos, Elton John se despiu de sua fantasia, e através de cenas deslumbrantes nos contou sua verdadeira história Por Paulo Costa
O labirinto psicológico de "Por trás dos seus olhos" Por Vanessa França
Um novo mundo ideal para uma história clássica Por Lulu Ribeiro
Com a série chegando ao fim, podemos ver que a sala dos roteiristas é escura e cheia de horrores Por Pedro Soler e Lulu Ribeiro
Level Design contando uma história: A Genialidade do jogo "Braid" Por Ivan Paz
Apesar da época no Brasil ter sido diferente, "Anos 90" alcança a familiaridade com a profundidade dos personagens Por Pedro Soler

Resenha: Samurai Gourmet


Trazendo novos elementos ao food porn, "Samurai Gourmet" é uma delícia de assistir
Por Pedro Soler

Nos dias em que o ócio impera e o tédio bate, eu gosto de garimpar o catálogo da Netflix. Encontrei alguns filmes e séries bem legais enquanto outros abandonei na metade. Mas de todos esses títulos, um conquistou um espaço especial no meu coração e estômago: "Samurai Gourmet".

Baseado em um mangá de mesmo nome, a série da Netflix conta a história de Takeshi Kasumi (Naoto Takenaka, "Samurai Marason") um homem de 60 anos recém aposentado. Perdido e sem saber o que fazer com essa nova liberdade, descobre o prazer de comer. No decorrer dos episódios, ocorrem alguns imprevistos e contra-tempos que deixam Takeshi sem saber como agir. Nesses momentos ele tem visões da vida de um samurai, (Tetsuji Tamayama, "My Papa is More Vagabond Than Bakabon's Papa") o que o encoraja a aproveitar essa nova etapa da vida e a ter mais confiança.


Embora a ideia seja diferente, "Samurai Gourmet" faz um ótimo trabalho ao unir fantasia, fotografia linda e comidas de dar água na boca. O roteiro é construído de um modo leve que fornece contexto para as comidas, para as vontades da personagem e constrói tanta antecipação em nós como em Takeshi para os pratos.

Diferente dos programas culinários tradicionais, ao oferecer uma história leve e personagens carismáticos, encontramos uma obra leve, tranquila e que abre o apetite. Não pense, no entanto, que por existir essa preocupação as comidas são deixadas de lado. Tenha a certeza de que elas são o personagem principal da série. O preparo é filmado com um cuidado que, aliado à alta definição da imagem, é garantia de dar água na boca.

Apesar de não haver previsão para uma segunda temporada (a primeira estreou em 2017), é uma série que vale a pena conhecer. Então pegue algo na cozinha e aproveite essa aventura gastronômica!





Comentários