O labirinto psicológico de "Por trás dos seus olhos" Por Vanessa França
Uma série que deixa saudades até hoje do seu jeito leve de lidar com assuntos difíceis Por Lulu Ribeiro
Com a série chegando ao fim, podemos ver que a sala dos roteiristas é escura e cheia de horrores Por Pedro Soler e Lulu Ribeiro
Novo romance "O Sol Também É Uma Estrela" também aborda problemas atuais Por Estefania Goto
Realidade e fantasia se colidem para contar a história de um dos mais celebrados autores de todos os tempos Por Lulu Ribeiro

Resenha: Tolkien


Realidade e fantasia se colidem para contar a história de um dos mais celebrados autores de todos os tempos
Por Lulu Ribeiro

John Ronald Reuel Tolkien foi um homem de incrível talento e criatividade. Ele não só lutou na Primeira Guerra Mundial, foi professor e doutor em Letras como criou o mágico mundo da Terra-média que muitos (inclusive  esta que está sentada do outro lado do teclado) tem tanta fidelidade e amor por todos os anões, elfos, magos e hobbits.

No filme da FOX Searchlight, acompanhamos a trajetória de Tolkien contada maravilhosamente por Nicholas Holt ("Mad Max: Estrada da Fúria", "Skins"), desde suas perdas ainda jovem até sua passagem pela Universidade de Oxford. Durante essa viagem, temos maravilhosos vislumbres de como as vivências do escritor se tornaram o mundo mágico que criou nos anos 1920 e vivem conosco até hoje.

Foi incrível poder conhecer as origens do T.C.B.S. (Tea Club, Barrovian Society ou Sociedade Barroviana do Clube de Chá) a irmandade criada por Tolkien, Geoffrey Bache Smith (Anthony Boyle, "Ordeal by Innocence"), Christopher Wiseman (Tom Glynn-Carney, "Dunkirk") e Robert Gilson (Patrick Gibson, "The OA") durante seus anos de escola, sua paixão por criar idiomas e lendas e seu relacionamento com Edith Bratt (Lily Collins, "Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile"), com quem ele foi casado por 55 anos.


O filme tem uma fotografia linda, em especial nas cenas de guerra, e traz a história com uma leveza que nem percebemos seus 112 minutos passarem. Extremamente sucinto, traz o essencial, não tendo cenas desnecessárias em nenhum momento.

Um filme emocionante, divertido e com uma sensação de familiaridade para agradar qualquer um do Brasil até o Condado, "Tolkien" tem seu lançamento marcado para o dia 23 de maio.





Comentários

  1. Sou muito apaixonado pela Terra Média e por todo o universo criado pelo Tolkien, esse texto só me deixou com mais vontade de ver o filme!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário