Menu

Cinema | Conversamos com os produtores, elenco e diretor de "Halloween Kills"
Cinema | "007 - Sem Tempo Para Morrer", por Paulo Costa
Play | Novos astros se unem ao elenco de "House of the Dragon"
Music • Cinema | Sony lança trilha sonora de "Venom - Tempo de Carnificina"
Cinema | Denis Villeneuve e Donald Mowat comentam sobre a caracterização dos personagens de "Duna"
Cinema | Universal Pictures divulga trailer do musical "Cyrano"
Cinema | Figurinista Emily Gunshor comenta minucioso trabalho em "Halloween Kills"

Cinema | Figurinista Emily Gunshor comenta minucioso trabalho em "Halloween Kills"

 



Figurinista e sua equipe comentam dificuldades em recriar peças vintage e idênticas aos filmes anteriores


"Halloween Kills: O Terror Continua" esta prestes a chegar aos cinemas de todo o país e apresentar mais um capítulo para os fãs de uma das maiores franquias de terror do mundo. O filme começa onde "Halloween" (2018), sequência direta do original de 1978, terminou, e a figurinista Emily Gunshor, que retorna à produção, enfrentou um grande desafio ao colocar todos os personagens com os mesmos trajes de antes em cena, precisando levar em consideração que a história se passa em apenas uma noite.

Emily e sua equipe tiveram que ser criativos para garantir várias versões de cada visual, enquanto acompanham com muita atenção o cronograma de filmagens para garantir a continuidade das sequências. "Era preciso ter várias versões de cada traje - muitas vezes com o personagem à espera de ser atacado ou ferido", comenta a figurinista. Foi necessário criar seis ou sete variações do mesmo visual para cada um personagens principais, e como alguns itens eram vintage, foi preciso confeccioná-los ou reaproveitá-los para que todas as versões ficassem idêntica.

Um dos momentos mais complexos foi em criar figurinos para as cenas no hospital | Divulgação


"Como há tão poucas mudanças, cada traje precisava atender a vários propósitos - não apenas dar vida aos personagens, mas também se encaixar na coreografia dos dublês, mostrar o sangue e ajudar a contar a história com um visual adequado.", contou sobre o processo de seguir rigorosamente a sequência de fatos contidas no decorrer da trama.

Um dos momentos cruciais da trama e que trouxe um trabalho mais complexo foi na sequência dentro do hospital, como explica Emily Gunshor "O set mais problemático foi o do hospital, porque o espaço era apertado, e havia muitos personagens, um verdadeiro caos. A cena pedia camisolas de hospital, trajes cirúrgicos, roupas de pacientes, médicos e enfermeiros. Como as paredes são de cor neutra, eu queria fornecer uma textura realista e uma sensação vibrante. Brincamos com diferentes cores nos trajes cirúrgicos e usamos algumas peças do guarda-roupa remanescentes de Halloween para vestir os visitantes da noite anterior à chegada ao hospital. Também vestimos as enfermeiras de branco, como uma homenagem ao filme de 1978"

Com direção de David Gordon Green, responsável também pelo longa anterior, "Halloween Kills: O Terror Continua" é estrelado por Jamie Lee Curtis, Judy Greer e Andi Matichak e estreia nos cinemas brasileiros na próxima quinta-feira, 14 de outubro.