"Não Olhe Para Cima" bate recorde de visualizações semanal na Netflix
"Morbius" tem estreia adiada mais uma vez
Sequência de “Aranhaverso” ganha título oficial e prévia na CCXP Worlds
"Harry Potter: De Volta a Hogwarts" é a estreia mais assistida da HBO Max na America Latina
"Pacificador" ganha novo trailer
Conheça "2022", produção musical da HBO Max

Play | Comédia romântica com Larissa Manoela chega na Netflix no dia 26/12

 



Larissa Manoela vive uma estudante de medicina em novo longa


A Fábrica, produtora audiovisual que anunciou 22 produções para o próximo ano, entrega a cada ano mais de 200 horas de produção original dos mais diversos gêneros e formatos, sempre com seu carimbo de qualidade, para clientes como Netflix, WarnerMedia, Amazon e Grupo Globo e seus diversos canais e plataformas.

Depois de "Modo Avião", com Larissa Manoela, e "Pai em Dobro", com Maisa, a produtora lança dia 26 de dezembro, seu terceiro longa-metragem na Netflix: "Lulli", mais um projeto que conta com  Larissa Manoela como protagonista e com roteiro de Thalita Rebouças e Renato Fagundes. A produtora também acaba de rodar outros dois novos longas para a plataforma.

A comédia romântica leva o nome da personagem principal, Lulli, uma estudante de medicina determinada, batalhadora e ambiciosa que sonha em se tornar a melhor cirurgiã do mundo. Para isso, ela não deixa nada nem ninguém atrapalhar seus objetivos, nem mesmo o recente ex-namorado.

Mas o mundo de Lulli vira de cabeça para baixo quando ela leva um choque de um aparelho de ressonância magnética e começa a ouvir os pensamentos alheios. Sorte ou azar? Agora a jovem, que até então era incapaz de ouvir as pessoas ao seu redor, precisará aprender a lidar com as maravilhas e os perigos de saber o que os outros estão pensando.

O elenco conta ainda com Sérgio Malheiros, Amanda de Godoi, Vinícius Redd, Yara Charry, Nicolas Ahnert, Paula Possani, Gabriel Contente, Ana Mangueth e Carlos Artur Thiré, além das participações especiais de Guilherme Fontes, Luciana Braga, Marcos Breda e da própria Thalita Rebouças. A direção é de César Rodrigues, com produção de Luiz Noronha, Cecilia Grosso e Samanta Moraes, e produção executiva de Patrícia Zerbinato.