"Batem à Porta", novo longa de M. Night Shyamalan ganha trailer intrigante
"Moonage Daydream" continua em cartaz nos cinemas brasileiro
"I Wanna Dance With Somebody" tem empolgante trailer divulgado
"Dark Web: Cicada 3301", suspense estreia no digital
Sandman: Das HQs para as telas de todo o mundo, por Jackie Cristina

Cinema | "Coração de Neon" estreia nos Estados Unidos no WorldFest Houston

 

Longa se destaca por ser a primeira produção brasileira a ser finalizado com a tecnologia imersiva Dolby Atmos 9.1


O filme curitibano "Coração de Neon" desembarcou em Houston, no Texas (EUA), nesta terça-feira (19), e fez sua estreia internacional durante o 55º WorldFest Houston. O longa metragem já chega premiado ao festival, recebendo um Remi Award, reconhecimento dado apenas às melhores produções inscritas.

O WorldFest, que tem como vocação reconhecer e validar a excelência criativa na produção independente de filmes e vídeos, já trouxe à fama nomes como Steven Spielberg e Ang Lee. O evento recebe, anualmente, entre 4 mil a 5 mil inscrições. Porém apenas 10% a 15% delas são selecionadas para serem exibidas aos jurados e ao público.

Em 2022, a escolha das produções foi ainda mais criteriosa. O WorldFest exibirá apenas entre 60 e 80 estreias de longas-metragens e mais de 130 curtas. Todos serão avaliados pelos jurados, que podem conceder desde o Remi Awards Prata, até o Remi Platinum, o mais alto reconhecimento do festival.

Filme deve chegar aos cinemas nacionais no final de 2022 | Divulgação, IHC


O WorldFest acontece anualmente em abril e este ano ocorrerá ao longo dos próximos 10 dias no Cinemark Memorial City, em Houston, no estado do Texas (EUA). A exibição do filme curitibano "Coração de Neon" será no dia 24 de abril.

A produção nacional conta a história de Fernando, um jovem performer que ao lado de seu pai dirige um carro de mensagens, batizado de Coração de Neon. Eles sonham em levar o serviço para os Estados Unidos, mas uma mensagem que seria de amor acaba em tragédia depois de uma apresentação mal sucedida.

O longa metragem é produzido por Lucas Estevan Soares, que também assina a direção, e Rhaissa Gonçalves e foi todo realizado inteiramente com recursos próprios. Também é uma produção 100% curitibana, com atores e serviços todos localizados em Curitiba (PR). 

Além disso, "Coração de Neon" traz outro pioneirismo histórico para o cinema nacional. É a primeira produção brasileira a ser finalizada com som imersivo Dolby Atmos 9.1. A tecnologia permite que o espectador sinta-se dentro da cena. Diferente do surround, que trazia o som de forma horizontal, o Dolby Atmos envolve o espectador numa "bolha", com o som vindo de todos os lados. É como estar dentro do filme, junto com os personagens.

O Brasil já possui cerca de 40 salas de cinema com esta tecnologia. No entanto, apenas filmes internacionais exibidos no Brasil tinham esta tecnologia. "Coração de Neon" tem estreia nacional prevista para o fim de 2022.