"Batem à Porta", novo longa de M. Night Shyamalan ganha trailer intrigante
"Moonage Daydream" continua em cartaz nos cinemas brasileiro
"I Wanna Dance With Somebody" tem empolgante trailer divulgado
"Dark Web: Cicada 3301", suspense estreia no digital
Sandman: Das HQs para as telas de todo o mundo, por Jackie Cristina

Cinema | Novo trailer de "Lightyear" traz Buzz com dublagem de Marcos Mion



Escolha pelo apresentador e ator para dublar o famoso personagem tem causado insatisfações nas redes sociais

Por Paulo Costa


A Disney divulgou recentemente um novo material de "Lightyear", sua mais nova animação em produção com a Pixar Studios. No longa derivado da franquia de sucesso "Toy Story", seremos apresentados ao astronauta que inspirou um dos personagens mais famosos do estúdio.

Contudo, mais do que despertar uma certa empolgação nos admiradores do personagem, foi a polêmica envolvendo a escolha dos Estúdios Disney para dar voz ao personagem titulo aqui no Brasil que tem gerado um certo hype nas redes sociais. Tudo, pois o "star talent" escolhido para assumir o posto que antes pertencia ao famoso e importante dublador Guilherme Briggs foi Marcos Mion. O apresentador tem sido alvo de ataques, mas vale lembrar que, além de apresentador, Mion também é ator e chegou a dublar outra animação do estúdio, "Operação Big Hero", ganhador do Oscar 2015 de Melhor Animação.

Mas este não seria o único argumento a justificar tal escolha e, antes de você conferi-los, dê o play e assista o trailer:


Vídeo devidamente assistido, vamos a algumas analises:

Como já mencionado em sua sinopse, o filme vai apresentar a "figura humana" que inspirou o brinquedo que já conhecemos na franquia "Toy Story", logo, faz sentido que o personagem tenha outra voz diferente da que já conhecemos e, ainda assim, o material preza pelas ênfases em frases marcantes trazidas do "boneco" para "figura inspiradora" que o criou. Mesmo que seja incontestável que tenhamos uma gama de dubladores profissionais extraordinários que dão a vida para honra o titulo que o Brasil carrega de ter uma das melhores dublagens do mundo, é de uma infelicidade grandiosa diminuir o trabalho exercido por Mion.

Pois dito anteriormente, Marcos Mion, além de apresentador, segue todos os requisitos para assumir esta dublagem e, pelo pouco apresentado no trailer, já demonstrado bastante potencial. Diferente do que foi feito em "Enrolados", onde um de seus personagens foi dublado por alguém que não preenchia a todos os requisitos, Mion tem se mostrado confortável e disposto a dar conta do recado, afinal, o próprio Guilherme Briggs "passou o bastão" em outro vídeo promocional:

 
Outro ponto importante a ressaltar é que a voz original em "Lightyear" também não será do mesmo dublador, o astro Tim Allen, mas sim de Chris Evans, o Capitão América do MCU. Logo, também não faria sentido colocarem o dublador nacional do Evans, já que a aposta do estúdio em diversos territórios, incluindo o Brasil, será de colocar alguém mais famoso para dublar o personagem. Dito isso, argumentos infundados como "Ainnnn, vou esperar pra assistir no áudio original", não faz o menor sentindo, né? Ainda mais se levarmos em consideração que muitos que estão se apropriando desta argumentação rasa para destilar seu ódio nas redes, devem ser em sua maior parcela, as mesmas pessoas que nunca deve, ter assistido "Toy Story" legendado, e muito menos desconhecem que famosos atores como Tom Hanks, Wallace Shawn e Annie Potts são os nomes por traz das vozes originais dos personagens xerife Woody, o dinossauro Rex e boneca Debbie.

Por último e não mesmo importante, essas "manifestações de descontentamento" não vai levar a nada, e muito menos fazer com que a própria Disney refaça todo o processo de dublagem, onde o que realmente importa é que o filme como um todo seja bom, que apresente uma narrativa que esteja ao nível que este lendário personagem merece, e que não seja apenas mais um filme fraco ou até mesmo ruim, cujo único propósito da Disney seja vender bonequinhos, afinal a venda de brinquedos se fortalece como algo muito mais lucrativo do que a arrecadação de bilheteria.

Considerações feitas, bora aguardar o lançamento de "Lightyear" que está previsto para 16 de junho nos cinemas nacionais.