"Batem à Porta", novo longa de M. Night Shyamalan ganha trailer intrigante
"Moonage Daydream" continua em cartaz nos cinemas brasileiro
"I Wanna Dance With Somebody" tem empolgante trailer divulgado
"Dark Web: Cicada 3301", suspense estreia no digital
Sandman: Das HQs para as telas de todo o mundo, por Jackie Cristina

Cinema | Animação nacional "Tromba Trem" ganha trailer e data de estreia nos cinemas




Marisa Orth, Elisa Lucinda e Caíto Mainier são destaques nas vozes de personagens no longa infantil


As aventuras a todo vapor do "Tromba Trem" chegam às telas dos cinemas no dia 8 de setembro, com distribuição da Manequim, novo selo da Vitrine Filmes. A produção da Copa Studio (“Irmão do Jorel”) ganhou seu trailer oficial. O filme, dirigido por Zé Brandão, é inspirado na série homônima de sucesso, lançada em 2010 e que em sua trajetória já foi exibida na TV a cabo (Cartoon), TV aberta (TV Brasil) e no streaming (Netflix).

“Tromba Trem” conta a história do elefante Gajah que cai de um dirigível e perde a memória. No filme, Gajah vira celebridade da noite para o dia, e se lança numa carreira meteórica, mas tão rápido quanto chega ao estrelato, se tornará o principal suspeito de misteriosos raptos. Gajah vai contar com os amigos do trem a vapor para solucionar o caso: a tamanduá vegetariana Duda e uma colônia de cupins que acha que é de outro planeta. A animação conta com as vozes de Roberto Rodrigues como Gajah, Maíra Kestenberg como Duda, Elisa Lucinda como a Rainha dos cupins, Caíto Mainier como o gorila Silas, Marisa Orth como a jaguatirica Mirella, agente de celebridades, e o humorista Ed Gama como o Calango Leso.

“A 'Tromba Trem' foi a primeira série de animação autoral da Copa Studio, e a chegada aos cinemas é um marco para a produtora. Para a tela grande, os personagens ganharam mais tridimensionalidade, e uma história completamente inédita que pode agradar tanto a quem já viu a série quanto quem não conhece”, conta Zé Brandão, diretor do longa e um dos fundadores da Copa Studio, produtora de outros sucessos como “Irmão do Jorel” e “Historietas Assombradas para Crianças Malcriadas”.