"Batem à Porta", novo longa de M. Night Shyamalan ganha trailer intrigante
"Moonage Daydream" continua em cartaz nos cinemas brasileiro
"I Wanna Dance With Somebody" tem empolgante trailer divulgado
"Dark Web: Cicada 3301", suspense estreia no digital
Sandman: Das HQs para as telas de todo o mundo, por Jackie Cristina

Quadrinhos | Curiosidades de "Mulher-Hulk" nas HQs, por Jackie Cristina


Com a chegada da série "Mulher-Hulk" se aproximando, que tal conhecer a trajetória da personagem nas HQs?

Por Jackie Cristina


E as novidades do Universo Marvel não param. Neste mês de agosto, mais precisamente no dia 18, chegará à plataforma de streaming Disney +, a série "Mulher-Hulk: Defensora de Heróis", o qual será estrelada pela atriz Tatiana Maslany, ao lado dos atores Mark Ruffalo, Tim Roth, Benedict Wong, Jameela Jamil, entre outros.

Em meio a tal lançamento, nós do CINEeCIA, resolvemos trazer uma matéria pra lá de especial, com algumas curiosidades da trajetória da personagem nos quadrinhos, além da super vilã Titania. Vamos lá!


Origem

Criada por Stan Lee e Jon Buscema na década de 80, Jennifer Walters (vulgo Mulher-Hulk) é filha de William Walters, um xerife no condado de Los Angeles, e Elaine Walters, que morreu num acidente quando a futura heroína tinha apenas 17 anos. Apesar de tímida e com problemas de confiança, Jennifer tornou-se uma grande advogada com uma carreira e futuro prósperos, até que um chefe do crime, numa tentativa de vingança contra o seu trabalho, atirou nela, ferindo-a gravemente.

Para sorte dela, o seu primo Bruce Banner (O Incrível Hulk), estava na cidade quando tudo ocorreu, possibilitando assim, que fosse realizado uma transfusão de sangue entre eles. Entretanto, o que era para ser uma cura, se tornou em uma grande transformação na vida da advogada, que viria a ser conhecida como a heroína de pele verde, Mulher-Hulk.

No início, Walters tinha uma personalidade parecida com a do Hulk, entretanto, com o decorrer do tempo, houve mudanças, as quais trouxeram uma versão divertida e menos acanhada, o qual manteve toda a inteligência que tinha como uma pessoa “normal”. Encorajada por sua confiança recém-conquistada, Jennifer continuou a combater o crime, mesmo se transformando raramente de volta em seu eu humano.

Destaca-se que no mundo dos heróis, ela é amiga próxima do "Quarteto Fantástico", o qual já substituiu Ben Grimm como o quarto membro da equipe, além de ter lutado ao lado dos Vingadores, dos Defensores, da Força A e de vários outros grupos.

Mulher-Hulk já integrou o Quarteto Fantástico e outras equipes da Marvel | Divulgação

Titânia

Como diversos heróis e heroínas, a Mulher-Hulk já teve vilões para chamar de seu ao longo de sua jornada, como por exemplo Ultima Wordman, Nick Trask, Homem-Elefante, entre outros. Contudo, aquela que mais chamou a atenção da editora, assim como dos leitores foi Mary MacPherran, popularmente conhecida como Titânia, o qual será interpretada na série do Disney +, pela atriz Jameela Jamil.

Sua primeira aparição se deu na década de 80, na terceira edição do volume um de "Guerra Secretas", que contou com roteiro de Jim Shooter e arte de Mike Zeck, em que trouxe a antagonista lutando ao lado de personagens como Homem-Absorvente, Ultron, Homem-Molecular, Kang, Volcana, Doutor Destino, Encantor, entre outros vilões do Universo Marvel

Quanto aos seus poderes, a vilã, possui uma super força, que a capacita levantar toneladas sem nenhum problema. Há também sua super durabilidade, e seu vigor sobre humano, os quais respectivamente a permitem não ser ferida por tiros e/ou quedas de grandes alturas, além de que a auxiliam a não se cansar facilmente, podendo assim, usar o máximo do seu poder por um dia inteiro.

Não podemos esquecer de suas habilidades no quesito combate corpo-a-corpo, visto que com sua forma de lutar, Titânia consegue “criar” oportunidades para utilizar toda a sua força contra seus inimigos. 


Jameela Jamil será a vilã Titânia na série do Disney+ | Divulgação

Dica de Leitura

Por fim, mas não menos importante, para aqueles que querem ler um pouco das histórias da heroína, aqui vai uma dica de leitura: Mulher-Hulk. HQ lançada no Brasil pela Panini Comics, tem um total de 112 páginas, e conta com os trabalhos dos artistas Dan Slott, John Buscema, John Byrne, Stan Lee e Stuart Immonen. É uma ótima pedida para os leitores juvenis e adultos, pois além da primeira aparição da personagem, traz outras narrativas que mostram a sua jornada ao lado de outros heróis pelo Universo Marvel.

 E lembrando, "Mulher-Hulk" chega ao Disney+ no dia 18 de agosto.